Logo ATME flat site.png

REPARO AUTOMÁTICO DE VAZAMENTOS

Tecnologia inovadora para reparo de fraturas e furos eliminando vazamentos em tubulações de água urbana por método não-destrutivo.
Banco Mundial estima que 32 bilhões de litros cúbicos de água são desperdiçados por ano no mundo inteiro no sistema de distribuição. No Brasil, segundo o estudo Perdas de Água 2019, do Instituto Trata Brasil, estamos perdendo aproximadamente 38,4% de toda a água tratada por diversos fatores, entre eles o furto, erros de leitura dos hidrômetros e principalmente vazamentos.

No mundo inteiro, entre 50% e 75% dos vazamentos são causados por microfuros ou microfraturas. Os vazamentos ocorrem principalmente por falta de manutenção adequada da tubulação existente, como também pela dificuldade de indentificar com exatidão o local do vazamento, principalmente em fase inicial.

 

Detectando problemas
 
As perdas acontecem principalmente por três formas. Os vazamentos relatados são aqueles que aparecem na superfície e são relatados pelos clientes. Os vazamentos detectáveis são aqueles que são encontrados pela equipe de campo utilizando tecnologias apropriadas para isso, quando procedem com a localização e conserto.
 
Porém, há uma grande parte que são os vazamentos não-detectáveis, que são difíceis de serem detectados e reparados, e geralmente compreendem um vazamento de água em massa.

 

Obras e reparos nas tubulações

 

Assim que um vazamento é detectado, ou pelo menos avaliado estar dentro de um limite, pelos modelos tradicionais de reparo, começam escavações para acessar as tubulações aterradas ou em galerias, e então um processo de "investigação" procede para então estancar o problema. A questão é que isso causa transtornos incômodos por dias, e até meses, aos habitantes locais, pois há a necessidade de interromper o tráfego local, além de gerar altos custos de obras e reparos.
 
Há também casos em que a tubulação é mais antiga, ou está em um perímetro de proteção de patrimônio histórico, onde escavações são inviáveis, representando um risco iminente de rompimento da tubulação a qualquer momento, podendo inclusive causar tragédias por erosões no terreno.

 

A solução do reparo automático de vazamentos

 

Utilizamos o Reparo de Vazamento Automatizado sem Vala - TALR (Trenchless Automated Leakage Repair), uma tecnologia inovadora para reparo de fraturas e furos eliminando vazamentos em tubulações de água. Pode ser usado em vazamento por furos causados por corrosão (tubos ferrosos), juntas com vazamento (juntas de chumbo, flanges) ou fissuras longitudinais e circunferenciais.
O sistema consiste na aplicação de uma subtância de vedação para cura em um segmento de tubulação através de um hidrante a montante, e quando esta entra em contato com o ar, acontece a solidificação do elemento na parte externa do furo, e a substância segue seu curso até sua retirada completa pela outra ponta do hidrante a montante. 
uso4.PNG
Passo a passo da solução
Passo 1 - Um jogo de sondas (substâncias de cura comprimidas entre duas sondas) é lançada em um segmento de tubulação por um hidrante a montante.
Passo 2 - Os furos e fissuras que provocam o vazamento são detectados automaticamente. As substâncias de cura viscosas vedam e curam de forma automática e permanente os vazamentos detectados.
Passo 3 - O jogo de sonda é retirado da tubulação por um hidrante a montante.
Neste vídeo abaixo você poderá encontrar o sistema em operação.
Inalterações na água
 
É importante ressaltar que o produto utilizado não altera as características da água, inclusive com o atestado NSF 61, demonstrando que o produto é comprovadamente inócuo em água potável, ou seja, não altera nenhum padrão de potabilidade em relação a resolução MS 2914.
Resultados

Alguns resultados mostram uma cura de até 90% do vazamento e cobertura de 100% de furos, microfuros e juntas. A aplicação abaixo foi feita em um furo de 5mm, com uma vazão de 1.500 litros por hora. A parede da tubulação de amostra tem a espessura de 7mm, mas somente com 4mm no local do vazamento.