Logo ATME flat site.png

ESTAÇÕES COMPACTAS DE TRATAMENTO DE EFLUENTES

Tratamento de água para consumo humano e tratamento do esgoto, tornando-a apta para reuso ou descarte de acordo com a legislação vigente, através do processo de microfiltração, ultrafiltração, osmose reversa e MBBR.
Baseado em um sistema de baixo custo de implantação e simplicidade operacional, as unidades de tratamento compactas são perfeitas para empresas que não dispõem de área ampla para a instalção de uma unidade de tratamento de efluentes completa. Com baixo consumo de energia, os contêires atuam na remoção eficiente de DBOs, DQOs e nutrientes.
 
Estão disponíveis em contêineres nas configurações de 20 pés e 40 pés tratando até 200 m3 / d com remoção de nutrientes. As unidades compactas são a solução perfeita para uma variedade de clientes - como comunidades pequenas ou remotas, parques industriais e turísticos, hotéis e resorts, postos de gasolina e áreas de descanso, plataformas marítimas de petróleo e gás, locais de mineração e muito mais.
 
As unidades estão em acordo com os padrões de portabilidade especificados pela Portaria do Ministério da Saúde no. 2914 de 2011. 

 

Tipos de reatores
 
Reator de Leito Móvel com Biofilme (MBBR): O MBBR é tipicamente usado para aplicações industriais de alta carga, como stand-alone ou como fase de complementar, bem como para instalações municipais robustas.
 
Filme de Película Fixa Integrada (IFAS): O IFAS normalmente é usado para atualizar plantas existentes para melhorar a remoção de nitrogênio ou no projeto de novas plantas para permitir a remoção de DBO e nitrogênio extensiva. Plantas mais antigas de tratamento tem deficiência na remoção de nitrogênio e outros nutrientes.
 
Downflow Anaerobic Carrier System (DACS): Essa abordagem permite que os clientes industriais usem tanques prontos disponíveis, em várias formas, formas e materiais de estrutura, bem como a capacidade de adaptar reatores existentes em um processo anaeróbio. O retorno do investimento para esses clientes melhora significativamente.

 

Soluções para a indústria, hospitais e hoteis
 
Os setores industriais, hospitalares e hoteleiros geram uma grande quantidade de efluentes devido as suas atividade. É comum a falta de espaço para a instalação de estações de tratamento de efluentes eficientes, que demandam uma área grande para realizar todo o tratamento de madeira adequada, conforme as leis vigentes. Além do mais, a instalação de ETE's é um custo muito alto para a maioria das empresas que necessitam tratar e devolver uma água nos padrões. Com as estações compactas, o sistema inteiro é instalado sem a necessidade de grandes obras estruturais. Uma solução com ótimo custo-benefício e que atende rapidamente os requisitos.
 
Em hospitais e hoteis, que geram uma grande quantidade de efluentes, em alguns casos, a utilização da rede de esgoto da concessionária gera altos custos para a empresa. O correto tratamento da água poderia tornar a água reutilizável e evitar o despejo na rede de esgoto. Além de reduzir gastos com a utilização da água potável e da rede de esgoto, é ecologicamente responsável.

 

Por dentro da unidade compacta de tratamento
 
Passo 1 - Um estágio de pré-desnitrificação anóxico (usado somente quando a remoção de nitrogênio é necessário), facilitada pelo uso de mídia flutuante (leito móvel) e um misturador. As águas residuais nitrificadas são devolvidas do reator aeróbico para este estágio pelo IR corrente e a desnitrificação parcial ocorre na biomassa anexada à mídia.
 
Passo 2 - O reator de leito móvel aeróbico é onde a remoção de DBO e amônia nitrificação ocorre. O reator, preenchido com meio flutuante e equipado com um sistema de aeração, gera ar para oxigenação e mistura. Nitrificado efluente da extremidade do efluente do reator é reciclado para a zona anóxica para desnitrificação parcial (aplicável à opção de remoção de nitrogênio).
 
Passo 3 - O efluente do reator aeróbico é introduzido no novo e patenteado unidade de clarificação de meios, constituída por uma unidade combinada de filtração de sedimentação-desnitrificação A unidade de clarificação de mídia combina filtragem de efluentes com desnitrificação e baseia-se no mesmo tipo de mídia usado no unidades biológicas a montante. A implementação desta unidade de processo também permite o processo para produzir um efluente com nitrogênio total muito baixo (<15 mg / l), bem como concentrações de TSS, comparáveis ​​àquelas produzidas em sistema de lodo.

 

 

 

Água clarificada
 
Através do clarificador de mídia, é possível obter uma água filtrada de qualidade, livre de impurezas. Veja abaixo um exemplo do resultado final.